google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk
top of page

Importância das refeições em família para a saúde.

Atualizado: 12 de fev. de 2019


Crédito da Foto: iStock

Já parou para pensar, quantas refeições com sua família você faz por semana? É certo que a rotina é corrida e cada vez menos sobra tempo para cozinharmos e compartilharmos refeições.


Dados mostram que realizar refeições, especialmente o jantar,  com os membros da família traz benefícios à saúde, dentre eles, melhora na ingestão alimentar (maior consumo de nutrientes essenciais como, por exemplo, legumes, frutas, proteína, cálcio, além do menor consumo de doces e bebidas açucaradas), promove a interação entre pais e filho, menor prevalência de transtornos alimentares, níveis mais baixos de abuso de substâncias e melhores resultados acadêmicos entre adolescentes. Dada a potencial importância que a refeição em família desempenha no bem-estar físico e mental dos adolescentes, entender se a frequência das refeições da família mudou ao longo do tempo é uma questão importante para explorar.


Pensando nisso,  um estudo longitudinal publicado em 12 de janeiro de 2016, no BMC Research, os autores avaliaram a tendência secular na frequência do jantar em família entre os adolescentes ao longo de 12 anos (1996 a 2008). Os autores concluíram que, de 1996 a 2008, para 7779 participantes, a frequência de jantares em família por semana entre os meninos diminuiu de 5,3 a 4,6 (p = 0,04) e entre as meninas 5,0-4,4 (p = 0,03) nos últimos anos.


Pesquisas futuras devem explorar razões para este declínio, bem como estratégias para aumentar o número de refeições em família  na semana entre os adolescentes, visto que, as refeições compartilhadas são fatores de proteção para saúde e bem-estar dos membros envolvidos – devem ser prioridade no dia-a-dia, mesmo com as dificuldades de agendamento da família.


Referência: 

Kathryn Walton, Ken P. Kleinman, Sheryl L. Rifas-Shiman, Nicholas J. Horton,Matthew W. Gillman, Alison E. Field, S. Bryn Austin, Dianne Neumark-Sztainer, Jess Haines. Secular trends in family dinner frequency among adolescents. BMC Research Notes,2016.  DOI: 10.1186/s13104-016-1856-2

5 visualizações0 comentário

Comentários


bottom of page