google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk
top of page

Vai para cama, menino!

Atualizado: 12 de fev. de 2019


Crédito da Foto: iStock

Você tem dificuldade para colocar seu filho para dormir? Pois saiba que não está sozinha. Uma pesquisa recente mostrou que esse problema aflige famílias do mundo todo.

Uma investigação realizada pela Netflix com 7.277 famílias com filhos entre 2 e 10 anos de idade de sete países mostrou que a hora de fazer a criançada dormir é um sofrimento para todos os entrevistados, principalmente no Brasil e nos Estados Unidos, que muitos demoram mais de 20 minutos até conseguir convencer os pequenos e que 61% deles têm dificuldade diariamente para lidar com a birra para sair da frente da televisão ou do computador. A questão é tão séria que a empresa fez uma parceria com a DreamWorks Animation para criar um programa chamado “Mais 5 minutinhos” que se aproveita dessa frase tão utilizada pelas crianças na hora de ir para a cama como um argumento de negociação para os pais.


A iniciativa chama atenção para uma questão muito importante, pois o sono é importantíssimo para o desenvolvimento dessa turma. Ele garante o descanso físico e mental e influencia no desenvolvimento da criança, já que é durante essa parte do dia que o hormônio do crescimento age com mais intensidade. Se o descanso não acontece da forma como deveria, vários distúrbios podem acontecer, como falta de coordenação e concentração, levando à diminuição no rendimento escolar e aumentando o risco de acidentes, variações de humor, alteração no crescimento e no metabolismo, alterações de apetite e na ação da insulina, que a longo prazo podem desencadear obesidade e até mesmo diabetes do tipo 2. Além de dormir o número de horas adequado, que varia de pessoa para pessoa, ter horário certo para dormir também é importante, já que organiza o relógio biológico da criançada e evita problemas emocionais e de comportamento, como hiperatividade e agressividade que, de acordo com estudos, são mais comuns na turma que vai para a cama cada dia em um horário. Algumas dicas podem ajudar os pais nessa empreitada: defina uma rotina para a hora de dormir, dê um banho relaxante, cante suavemente ou conte uma história, por exemplo, deixe o ambiente escuro e silencioso, mantenha os horários estabelecidos inclusive nos finais de semana e nas férias, desligue a televisão uma hora antes do momento de adormecer e evite discussões e brigas à noite.

7 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page