google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk google-site-verification=zMJEzW0AoojUlm4gH1t7R-sKjhkj12kQ6BMp2yiyTnk
top of page

Provado: Horário de entrada da escola, interfere no desempenho escolar e qualidade do sono.

Atualizado: 30 de abr. de 2019


Crédito da Foto: iStcok

Estudantes da oitava série, com início das atividades escolares antes das 8h00 da manhã, apresentaram má qualidade do sono, notas mais baixas e lições de casa inconclusivas.


Um estudo de coorte publicado no Journal of Adolescent Health, do Sistema Nacional de Saúde das Crianças, em Washington, nos Estados Unidos, teve como objetivo descobrir o impacto do horário de entrada escolar (07h20 – 8h10), com a saúde do sono e o desempenho escolar em adolescentes. A puberdade provoca inúmeras mudanças comportamentais e no organismo, que modificam os horários de acordar e dormir, tornando-os mais tardios, porém os horários escolares não acompanham esse atraso. Muitas escolas andam na contramão das modificações orgânicas dos adolescentes – no ensino médio costuma-se adotar o horário matutino. Por isso, os autores recrutaram 26.440 adolescentes para analisar suas notas, desempenho escolar (lição de casa concluída ou não) e o sono. Ficou claro que, os alunos que entram na escola antes das 8h, mostraram baixo desempenho e rendimento escolar (notas mais baixas e lições de casa inconclusivas), e a qualidade e quantidade do sono foram comprometidos (duração do sono: menos de 8h). Vale lembrar que a adoção do horário matutino para o ensino dos adolescentes, além de afetar as mudanças na atenção e desempenho, comprometendo o aprendizado e o desempenho dos mesmos, gera atrasos e sonolências durante as aulas, cansaço e mudanças emocionais, resultando em prejuízo à escola, a família e a eles próprios.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


コメント機能がオフになっています。
bottom of page