Mauro Fisberg responde às dúvidas dos leitores (de 3 a 10 novembro)

Meu filho está com 8 anos e desde os 4 só toma leite desnatado. Ele é saudável, porém muito magro. Os pediatras dizem que está normal, mas será que está recebendo todos nutrientes necessários? Os exames estão normais. Samanta de Bem, São Paulo-SP

Samanta, para afirmar que seu filho está recebendo todos os nutrientes que ele precisa é necessária uma avaliação de toda a alimentação de seu filho, algo que só pode ser feito depois da análise de um dia alimentar habitual. Quanto ao uso do leite desnatado, não existe a necessidade da substituição do leite integral pelo leite desnatado nesta etapa da vida, principalmente se a criança for saudável, não se encontrar acima do peso e não apresentar nenhuma alteração nos exames laboratoriais. Entretanto, existem situações em que tal troca deve ser realizada e só o pediatra ou o nutricionista de seu filho que poderá avaliar se realmente isso trará algum benefício para a saúde de seu filho. Os pediatras recomendam o uso de leite integral ou semi-desnatado para maiores de 2 anos - e somente em caso de excesso de peso ou fatores de risco familiar, a troca para leite desnatado. Caso ele tenha uma alimentação saudável, com horário regulares para as refeições e com adequado consumo de frutas, verduras e dos demais alimentos, é bem provável que não esteja havendo nenhuma deficiência de nutrientes. Entretanto, só com consultas regulares com um nutricionista poderá ser avaliado se algo precisa - ou não - mudar. 

A minha filha só come arroz com nuggets e não consigo fazer com que ela experimente outras coisas, como frutas, carnes, peixes, verduras etc. O que devo fazer? Alexandra Patricia Miguel, Santo André – SP

Alexandra, em algumas etapas da vida é comum ver esta seletividade por determinados alimentos nas crianças. O importante é não fazer desta situação algo estressante, tanto para você quanto para a criança. Se sua filha já estiver na idade escolar, tente conversar com ela, explicando a importância de comer outros alimentos mais saudáveis e que este tipo de alimento industrializado deve ser consumido apenas de vez em quando, pois não fazer bem a saúde se consumidos em excesso. Além disso, dê o exemplo. Deixe claro que alimentos como frutas, carnes, peixes e verduras fazem parte do hábito da família, dando o exemplo. De nada adianta falar que estes alimentos são bons e saudáveis se os pais não os consomem. E, por fim, se só estiverem disponíveis na mesa esses alimentos para a refeição, sua filha acabará comendo. Os nuggets podem fazer parte da alimentação habitual, mas não devem ser a única fonte de carne. Os alimentos empanados contêm mais gordura e devem ser preparados cozidos e não fritos nesta idade. Não substitua a carne por nuggets imediatamente a uma recusa alimentar de sua filha.

Minha filha de 6 anos não consome verduras e legumes, mas adora frutas, consumindo-as diversas vezes ao dia. O consumo de frutas supre as necessidades diárias ou ela deveria comer verduras de qualquer maneira? O que seria uma dieta adequada para essa idade? Vanessa Policarpo Maciel, Araranguá – SC

Nesta idade, uma dieta adequada é muito parecida com a dieta de um adulto: em quantidades adequadas, com horários regulares, sem gorduras em excesso, sem doces em excesso e com frutas, verduras e legumes. O ideal é que sua filha consuma, sim, as verduras. Cada alimento tem seu papel na saúde do indivíduo e todos devem fazer parte da alimentação. Um não substitui o outro. Tente começar por verduras e legumes que não apresentem um gosto muito acentuado. Alface, pepino e cenoura, por exemplo. Tempere adequadamente, com sal, mas sem exageros e um pouco de azeite. O vinagre muitas vezes não é bem aceito, devido ao seu sabor forte. Tempero a base de limão também é uma boa pedida. Algumas crianças aceitam apenas temperos de sabores muito marcantes e vale a pena tentar. Uma boa técnica é comer junto com a sua filha, fazendo do momento algo divertido e de novas descobertas. Evite transmitir ansiedade ou rigidez no momento das refeições.

Tenho sempre dúvidas na hora de dar um lanche entre as refeições. Moro em uma cidade do interior e trabalho em outra, então, quando pego minha filha 4 anos e vou para casa, levo 30 minutos. Durante este tempo ela sempre quer comer alguma coisa. O que eu posso dar?

Sandra Piccineli, Cesario Lange – SP

Sandra, existem algumas opções práticas e saudáveis que podem ser dada no trajeto até sua casa. Leve sempre com você alguma fruta, como uma banana ou uma pera, ou mesmo frutas picadas em um recipiente fechado. Você pode passar em algum lugar antes de pegar sua filha na escola e comprar um iogurte, por exemplo. Ou ainda algumas unidades de bolacha sem recheio, como de maisena ou de água e sal. Caso sua filha vá almoçar ou jantar ao chegar em casa, só tome cuidado com as quantidades, para que ela não perca a fome totalmente.


Fonte: Revista CRESCER

0 visualização
  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon
  • White Twitter Icon

Nutrociência

Rua Borges Lagoa, 1.080, conj. 603
Vila Clementino, São Paulo - SP

Informações e Agendamentos

Tel: (11) 5575-3875

(11) 95776-9213